Curiosidades, Por quê Pra Que????

Como assim até hoje você não sabia?
Curiosidades sobre os primeiros heróis de ação.
Cavaleiro Solitário x Zorro
Pouca
gente sabe mas existia nos Estados Unidos um personagem de aventuras
radiofônicas chamado Cavaleiro Solitário (Loner Ranger), que de
solitário não tinha nada, já que ele andava sempre com seu amigo índio,
o “Tonto”.


Quando
o personagem veio ao Brasil, se não me engano, também para aventuras no
rádio, acabou sendo chamado de Zorro, pra tirar uma casquinha do mais
conhecido herói justiceiro.

Comparar o Lone Ranger com o Zorro é o mesmo que comparam Superman com Batman,

só porque ambos usam capa.

O
Zorro, ao contrário do Solitário vestia preto, máscara, capa, espada e
tirando o conceito de velho oeste não tinha nada em comum com o outro.
A confusão persiste até hoje quando muitas vezes vemos o bordão: “Ayou
Silver!” ser atribuído ao Zorro, quando na verdade é do Lone Ranger.
Silver é branco. O cavalo do Zorro se chama Tornado e é preto.

Fantasma Vermelho

O
Espírito que Anda, Fantasma era de cor púrpura nos Estados Unidos,
quando veio pro Brasil optaram por um vermelho berrante, quase rosa.
Desmoralização? Ação afirmativa GLBT? Que nada. Seu criador, Lee Falk,
originalmente previu um uniforme cinza, mas quando a primeira edição
dominical colorida saiu, por problemas gráficos, saiu um roxo.

Após
algum tempo, ele criou uma história sobre um ídolo da selva que teria
essa cor, inspirando o uniforme. Editores que publicaram o Fantasma
escolheram a cor segundo suas preferências ou possibilidades gráficas.
Então, ao redor do mundo, o herói tem cores diferentes, como azul na
Escandinávia, vermelho na Itália, Brasil e Turquia, marrom na Nova
Zelândia e roxo no restante do mundo.

As
cores que precisavam ser misturadas para fazer a cor original eram
muito caras e não existiam no Brasil. A solução foi improvisar aquela
cor berrante, nada aconselhável pra alguém que se esgueira nas sombras
da selva.

Tonto e seu Kemosabe
Ainda
falando em Lone Ranger, ou Zorro, como foi explicado lá em cima, Seu
amigo com o sugestivo nome de “Tonto” sempre o chamava de “Kemosabe”,
que também pode ser escrito "Kemo Sabe" ou "Kemo Sabhay". A expressão
significa “Amigo fiel” ou “Companhia confiável”.

Tarzan e o "Krig-Há-Bandolo"!
Quando
Tarzan ia ao resgate, com seu grito estridente, balançando pela
floresta só de tanguinha, os agressivos e supersticiosos guerreiros
inimigos das tribos africanas gritavam "Krig-há-bandolo!".

Sabe
porque? Essa expressão significa “Cuidado, Aí vem o inimigo!” e revela
bem o sentimento de medo que o homem-macaco despertava em seus inimigos.

E olha que ele usava só uma tanguinha de leopardo, ao contrário de seu amigo homem-Morcego que precisava de máscara e capa.

A
expressão foi usada também por Raul Seixas para batizar um dos seus
melhores discos, antes dele ser adotado por milhares de retardados com
camisa de Che Guevara.

Popeye olhos saltados

Esse
tem diversas curiosidades, começando pelo nome. “Pop Eye” ou “olho
saltado” em inglês. Explodi sua cabeça agora? Tem mais. O personagem
foi criado para disseminar o hábito de comer enlatados, novidade
praquela época da Primeira Guerra Mundial. Então, comendo espinafre em
lata, o herói ganhava uma força descomunal. Nada mais justo. Falando em
WWI, a dinâmica das histórias do Popeye é cheia de simbolismos. O
marinheiro representaria a Inglaterra/França, Brutus a Alemanha e
Olívia palito a fina região de
Alsácia e Lorena, disputada pelos dois blocos desde a guerra Franco-Prussiana.

Lothar, o primeiro herói negro nos quadrinhos

Imagine que você é um ilusionista elegante, vestindo smoking, cartola, capa de seda vermelha e usando bigodinho.

Quem
seria seu melhor amigo? Se você escolheu um príncipe africano que
decidiu deixar seu reino pra acompanhar suas aventuras acertou. Assim
era Lothar, o primeiro herói negro dos quadrinhos, um verdadeiro poço
de estereótipos começando pela roupa de pele de leopardo, passando pelo
chapeuzinho de turco até o inglês errado. Tudo errado, mas mesmo assim
é um marco.

Mandrake estudou magia no Colégio de Mágica do
Tibete. Seu mestre foi o velho mágico Theron, com quem Mandrake mantém
contato através de um cubo mágico. Outro dos professores do Colégio foi
o Cobra, que depois desistiu de ensinar e passou a usar seus poderes
sobrenaturais para o crime. No colégio também estudaram a futura vilã
Alena e o irmão de Mandrake, Derek. Alena e Derek, como o Cobra, usaram
tudo que aprenderam para atividades criminosas.
Mandrake não tem
poderes mágicos, mas domina tão bem a arte do ilusionismo que isso
acaba funcionando como um superpoder. Ele vive em Xanadu, nos Estados
Unidos.
Junto com Mandrake vive Lothar, um gigante africano sempre
vestido com pele de leopardo, que renunciou ao título de rei de sua
tribo, na África, para trabalhar com Mandrake. Lothar foi um dos
primeiros personagens negros a ser tratado de maneira mais séria nos
quadrinhos, sempre visto com um aliado inteligente e leal.
Mandrake
vive também com a namorada Narda, uma adorável e exótica princesa de um
pequeno país no sul da Europa de nome Cochaigne. Muitos acham que ela
continua solteira, mas a moça conseguiu "laçar" Mandrake, e os dois
finalmente se casaram em 1998.

Postagem extraida do Blog Perolas Para Porcos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: